segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Um certo alguém

Postado por Rosa Ferreira às 10:21 0 comentários
Com o tempo você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquele alguém que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente não é o “alguém” da sua vida. Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você. O segredo é não correr atrás das borboletas… é cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você…
— 500 dias com ela.




quarta-feira, 15 de julho de 2015

Lamentações

Postado por Rosa Ferreira às 10:55 0 comentários
"Queria endurecer o coração, eliminar o passado, fazer com ele o que faço quando emendo um período — riscar, engrossar os riscos e transformá-los em borrões, suprimir todas as letras, não deixar vestígio de idéias obliteradas."
Graciliano Ramos

Ultimamente tenho vivido de lamentações, o que é muito triste, se bem que algo me conforta, mesmo que seja um caso raso, muitas outras pessoas estão passando por algo parecido ou até mesmo pior.
Fico pensando se eu posso conviver com a solidão, solidão não tão vazia, a própria soldão vem acompanhada, mas ainda assim me sinto só perante as novas situações, com medo do que virá, das novidades. Não estou preparada pra mudanças. 
Mas eu posso, eu consigo, porque sou forte, e não estou tentando de convencer disso não, eu sei realmente que posso, vai ser complicado, mas sei que posso vencer.
As coisas vão mudar, eu vou me readaptar a tudo, com o tempo tudo volta ao seu devido lugar.
Ele se vai, talvez pra não voltar, mesmo assim vai se fazer presente de algum modo na minha vida, temos alguém que nos uni, eternamente. Mas não serei mais sua, sua mulher, não serei, já não sou, mais o seu desejo, a sua vontade, o seu amor. Se é assim, é melhor mesmo que se vá, porque infelizmente já não tenho tantas esperanças de que as coisas possam ser como eram antes.
Claro, eu queria ter ele pra mim só mais uma vez, queria que tudo fosse como antes, que o desprezo de transformasse em amor, que o desgosto se transformasse em vontade, em querer ficar bem, em querer ficar perto.
É complicado quando um do casal ainda ama, quando um do casal ainda pensa nos dois como um só, como uma só carne, como uma só alma, como uma só pessoa, ruim quando o outro já não quer, já não pensa assim, quando já não acontece um querer, quando o outro já tem vontade de se fazer ausente, de sumir de perto. Mas acredito que vai ser complicado pra ele também, que pode até vir a se arrepender, ao perceber que jogou tudo fora, uma história uma família, um amor verdadeiro.
Queria que isso acontecesse, talvez eu até... Não, um pouco de orgulho faz bem. 
Eu vou conseguir, eu tenho que conseguir, por mim, por ela.

Rosa Ferreira


     

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Infinito

Postado por Rosa Ferreira às 12:32 0 comentários
"quem me dera ter a fórmula
pra eternizar o tempo
tirando toda a dor 
que se aloja por dentro
e me livrando de toda gente
que vai e promete voltar
mas que na verdade
nunca quis ficar."

Pra sempre ele disse, pena que não pode cumprir com sua promessa, resolvendo deixar ela de lado no momento em que ela mais precisava dele, no momento de maior fragilidade.
Ele não pode ser o mesmo, não conseguiu, ela mudou também, mas amadureceu, deixou a infantilidade para traz e aprendeu a tomar decisões. ele por outro lado descobriu a vida depois dos 26 e percebeu que compromisso não era tão legal assim. 
E agora, como ela vai viver sem ele? Ela vai aprender, vai recomeçar mais uma vez só que dessa vez olha para os lados e não vê ninguém, apenas uma grande obrigação e um caminho a trilhar pela frente.
Tudo novidade para ela, que ainda não acredita que o amor acabou, que isso é possível.
Como alguém que dizia amar incondicionalmente por deixar de amar assim, do nada? As vezes ela pode está sendo enganada, ele pode mentir pra ela.
Mas sabe, acredito que ela ainda possa ser feliz, encontrar um novo amor, se encontrar, viver uma vida plena, e se fortalecer em meio a toda essa tristeza.
O minimo que Deus espera da gente é que sejamos felizes.
O mundo da voltas e ele ainda pode ser arrepender, esperando que não seja tarde demais.

Rosa Maria Ferreira Nassin

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Eu

Postado por Rosa Ferreira às 12:43 0 comentários

          Porque geralmente a gente tenta enganar a tristeza com falsos sorrisos.

terça-feira, 24 de março de 2015

Pensamento

Postado por Rosa Ferreira às 10:28 0 comentários

O que fazer quando você se sente impotente perante a uma situação?
Acho que já não sei mais como agir com as pessoas que amo, com aquelas que estão mais próximas a mim. Meio que esqueci como demonstrar sentimentos. Acho que tudo se voltou só pra ela, a minha parte maior, a minha doação, a minha filha.
Não sei, mas as pessoas agora parecem ser diferentes pra mim, claro, cada uma tem seu valor, mas não consigo vê-las como antes.
Isso é só mais uma prova de que o amor se transforma.

Desligue o som

Postado por Rosa Ferreira às 10:26 0 comentários

Desligue o som e ouça o seu coração gritar por silêncio e paz. Feche os olhos e veja a luz que está prestes a explodir dentro de você. Suspenda a respiração por um instante e sinta sua alma agradecer aliviada por cada segundo em que ela não precisou quase sair pela sua boca. Ás vezes, precisamos mirar em direção contrária ao alvo para acertá-lo. Nem sempre o reflexo condiz com a realidade, pois tudo está sujeito à distorção das ondas utópicas que criamos. Não se deixe enganar pelo óbvio, pelo padrão. Arrisque o inverso, se não der sorte, com certeza dará verso.
— Etilismo Abstrato




 

Um devaneio meu Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review